3º Princípio do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável: Envolver os cidadãos e as partes interessadas

Um Plano de Mobilidade Urbana Sustentável visa atender às necessidades de mobilidade das de residentes e visitantes da área urbana funcional, bem como de instituições e empresas sediadas nessa área.

O Plano deve seguir uma abordagem transparente e participativa, envolvendo ativamente os cidadãos e outras partes interessadas ao longo do desenvolvimento e implementação.

O planeamento participativo é um pré-requisito para que as pessoas se apropriem do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável e das políticas que ele promove.

O envolvimento precoce e ativo torna a aceitação e o apoio público mais prováveis, minimizando assim os riscos políticos e facilitando a implementação.

O planeamento de mobilidade urbana sustentável é baseado em oito princípios:

1º Princípio: Planear para a mobilidade sustentável na “Área Urbana Funcional”
2º Princípio: Cooperação além das fronteiras administrativas
3º Princípio: Envolver os cidadãos e as partes interessadas
4º Princípio: Avaliar o desempenho atual e futuro
5º Princípio: Definir uma visão de longo prazo e um plano de ação claro
6º Princípio: Desenvolver todos os modos de transporte de forma integrada
7º Princípio: Monitorizar e avaliar
8º Princípio: Garantir a qualidade

O que são Planos de Mobilidade Urbana Sustentável?

Para mais informações contacte-nos através de luis.caetano@w2g.pt.

Fonte: ELTIS