2º Princípio do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável: Cooperação além das fronteiras administrativas

O desenvolvimento e implementação de um Plano de Mobilidade Urbana Sustentável exige um alto nível de cooperação, coordenação e consulta entre os diferentes níveis administrativos e entre as instituições (e seus departamentos) na área de planeamento.

Os elementos básicos são:

  • Cooperação para garantir a consistência e complementaridade do PMUS com políticas e planos em setores relacionados com a mobilidade (por exemplo, uso do solo e ordenamento do território, serviços sociais, saúde, energia, educação, fiscalização e policiamento).
  • Intercâmbio com as autoridades relevantes noutros níveis administrativos (por exemplo, município, , Comunidade Intermunicipal, região e estado).
  • Coordenação com fornecedores de serviços de transporte dos setores público e privado.

O planeamento de mobilidade urbana sustentável é baseado em oito princípios:

1º Princípio: Planear para a mobilidade sustentável na “Área Urbana Funcional”
2º Princípio: Cooperação além das fronteiras administrativas
3º Princípio: Envolver os cidadãos e as partes interessadas
4º Princípio: Avaliar o desempenho atual e futuro
5º Princípio: Definir uma visão de longo prazo e um plano de ação claro
6º Princípio: Desenvolver todos os modos de transporte de forma integrada
7º Princípio: Monitorizar e avaliar
8º Princípio: Garantir a qualidade

O que são Planos de Mobilidade Urbana Sustentável?

Para mais informações contacte-nos através de luis.caetano@w2g.pt.

Fonte: ELTIS