O que é um Plano de Mobilidade de Empresas?

Os Planos de Mobilidade de empresas e pólos geradores/atractores de deslocações são instrumentos de planeamento que pretendem apoiar as organizações na gestão mais eficiente da mobilidade induzida pela sua actividade, através do desenvolvimento e implementação de um conjunto integrado de medidas ajustadas às características de cada empresa ou pólo, ao perfil de actividade, às suas exigências e às necessidades específicas de deslocação dos seus colaboradores, visitantes e fornecedores.

Um Plano de Mobilidade de Empresa (ou Plano de Mobilidade Empresarial ou Plano de Mobilidade de Empresas e Pólos) tenta responder às necessidades de mobilidade resultante da crescente dispersão das atividades residenciais e passagem para as periferias (mais deficitárias de transporte público) das atividades não residenciais como, por exemplo:

  • Empresas/parques empresariais e tecnológicos;
  • Áreas comerciais;
  • Áreas industriais e logísticas;
  • Equipamentos colectivos (hospitais, universidades, escolas, estádios, entre outros).

Estas atividades têm caraterísticas comuns como:

  • Concentração elevada de viagens em determinados períodos horários;
  • Horários laborais semelhantes e necessidades logísticas especiais;
  • Segmento relevante das viagens de e para estes pólos geradores/atratores, associadas às deslocações pendulares dos seus colaboradores.

Objectivos de um plano de mobilidade para empresas:

  • Reduzir o número de deslocações (em especial as realizadas em modos motorizados);
  • Privilegiar medidas que fomentem a sustentabilidade do sistema de transportes e protejam o ambiente, integrando preocupações como a eficiência energética e económica, a segurança e a equidade social;
  • Promover a transferência modal para modos de transporte mais eficientes;
  • Promover políticas integradas de transporte que favoreçam não só as deslocações em transporte público, como também noutros modos alternativos, como o pedonal e ciclável;
  • Fomentar a utilização de frotas de veículos motorizados mais eficientes do ponto de vista energético e ambiental;
  • Otimizar as deslocações realizadas em transporte individual.

O plano é composto pelas seguintes fases

  • Fase 1 – Arranque
  • fase 3 – Elaboração do Plano de Ação
  • Fase 4 – Implementação e divulgação do Plano
  • Fase 5 – Monitorização do Plano

Contacte-nos para mais informações

luis.caetano@w2g.pt